É tão estranho um sentimento nascer do nada e permanecer. Você não sabe como ele surgiu nem quando, só sabe que ele te abraça todos os dias, principalmente nos dias frios em que você fica em sua cama debaixo da coberta, tentando entender o porquê disso acontecer. 
O mais complexo talvez seja o mais verdadeiro. Algo que apesar de ter acontecido à anos, e que pode ter parecido intacto, volta a tona como se fosse a primeira vez. A parte dolorosa disso tudo é não poder dizer, demonstrar ou sentir o toque da pessoa, e claro, saber que a pessoa nem se toca que esse texto é pra ela, que é ela que você guarda em seus pensamentos, que é do beijo dela que você precisa e que apesar de ter sido único, foi inesquecível.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

olhar, silêncio e mistério.

sinto saudades.