Deixa rolar


   Não pude negar a atração inicial. Senti que você era diferente desde o primeiro momento que o vi. Mas com as conversas, nos tornamos amigos. Apenas amigos. Mas de alguma forma, algum jeito, isso mudou. Comecei a te ver com outros olhos, os olhos de quem sente vontade de estar próxima a essa pessoa.
   E de alguma forma, você anda domando conta dos meus sonhos, dos meus pensamentos, e isso? Do nada. Fui conhecendo você mais e mais... E querendo te conhecer mais ainda. Talvez não passe apenas de uma amizade sincera, por isso não vou arriscar, tão cedo. Mas não posso negar a forma que você me atrai. Isso, eu não posso mesmo!

   Falando de você, não posso me esquecer de mencionar, o medo que sinto de você. Não sei, é um medo que eu adoro sentir. Você me traz algo, que de qualquer jeito, é bom. 
   Talvez seja bobagem escrever isso, as vezes, você nem note que é pra você. É, o que eu acho que queria dizer era mais ou menos isso. 
Você tem algo que me atrai muito, algo que ainda não descobri, mais que eu adoro!
   As vezes penso que você mudou de alguma forma meu sentimento por alguém, sinceramente. Mas isso pode ser passageiro, por isso que não tomo atitude alguma. Você está me confundindo. E isso não é bom. Não mesmo. Talvez eu volte nesse mesmo texto e mude alguma coisinhas que me lembrei, é que isso, não estava mais cabendo aqui dentro, precisava dizer à alguém... alguém que talvez não exista. 
   E contudo, eu cheguei a uma conclusão, vou deixar rolar e ver aonde tudo isso vai dar.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

olhar, silêncio e mistério.

sinto saudades.