À procura.



Procuro um dia de sol
Procuro um dia de chuva
Procuro um dia em que não seja apenas mais um.

E o silêncio das palavras não ditas
É o que mais me corrói.
Se é cedo ou tarde?

A estrela ainda brilha e dói.
E mais uma vez o mistério predomina
Nossos olhares se cruzam
E se perdem 
Deixando o tempo nos levar

E mas uma vez, me pergunto 
Aonde ele quer nos deixar?

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

olhar, silêncio e mistério.

sinto saudades.