E a chuva que não passa?


Será que amar é mesmo tudo? Será que os ventos do amor não correm ou não querem correr ao meu favor? Será que é tão dificil entender o que eu sinto, ou porque será que eu mesma não entendo? Porque será que a saudade sufoca e as vezes mata? Porque ao confessar nosso amor, sempre saímos machucados? O segredo de possuir está aonde, no querer? E se o tempo falasse alto? Na verdade seria, Porque o tempo não fala alto ? Porque amar alguém é tão dificil, chega a ser impossível... Porque temos atitudes diferentes em cada assunto? Porque não temos a certa? Talvez o mundo seria justo, se é que ele é justo!
Suponhamos que os nossos problemas são como tempestades, que está tudo preto, cheio de chuva e nenhum sol a brilhar, nenhuma luz. Chega um dia, em que uma luz, BEM lá no fundo brilha, e o céu começa a se limpar e vem uma tempestade fraca e novamente, o sol, cheio de vida. Os problemas são assim, chegam do nada deixando-nos preocupados com energias negativas, e bem no fundo de nós mesmos, uma luz brilha, a luz que poderá ser uma salvação... E o que fazer? TENTAR E ARRISCAR.. vai que alguma dessas tentativas dão certo. Mas vamos dizer que arriscamos e tudo começa a ficar bom de novo, só que, claro, depois de uma tempestade sempre vem o "sol" e logo depois "uma chuva", só que desta vez, fraca, para nos testarmos para ver se resistimos forte o bastante a tempestade.
Concluindo, o brilho da felicidade vem conosco mesmo, reascendendo o amor. A vida é assim, um dia está bom demais, no outro ruim, e é assim que vivemos... depositando fé e esperança em cada dia.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

olhar, silêncio e mistério.

sinto saudades.